Quinta-feira, 6 de Março de 2008

Michel Crête - Cenografia

De 1990 a 1998, os ambientes de todas as produções do Cirque du Soleil saíram directamente da imaginação de Michel Crête: ele foi o responsável pela cenografia de Nouvelle Expérience, Fascination, Saltimbanco, Mystère, Alegría, Quidam, “O” e La Nouba. Além disso, esteve também envolvido no design dos três teatros que acolhem os espectáculos do Cirque du Soleil em Las Vegas e Orlando. Em 1998, Michel Crête recebeu o prémio de design para entretenimento Production of the Year pelo espectáculo “O”.

Michel Crête veio para o Cirque du Soleil em 1986 como figurinista para o espectáculo We Reinvent the Circus. As suas criações para esse espectáculo, que foi também gravado para televisão, mereceram-lhe um Gémeux e um Gemini (prémios de reconhecimento do trabalho dos artesãos para a televisão no Canadá) pelo melhor guarda-roupa para um espectáculo de variedades.

Depois de ter concluído os seus estudos cenográficos na National Theatre School of Canada (Escola Nacional de Teatro do Canadá), em 1984, Michel Crête tornou-se um dos mais requisitados cenógrafos em Montreal. Entre 1985 e 1991, fez o guarda-roupa e os cenários para quase quarenta peças, trabalhando com reconhecidos directores e estrelas em ascensão no domínio teatral do Quebeque. Três vezes seguidas, de 1989 a 1991, o Théâtre du Nouveau Monde de Montreal atribui-lhe o prémio Gascon-Roux pela melhor cenografia.

Em 2001, desenhou a grande tenda e criou os cenários para Cheval, uma produção da companhia Cheval-Théâtre fundada por Gilles Ste-Croix.

publicado por Cirque du Soleil às 14:40
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito


.links

.pesquisar

 














.posts recentes

. Michel Crête - Cenografia

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds