Quinta-feira, 6 de Março de 2008

Luc Lafortune - Designer de iluminação

“O meu trabalho baseia-se em conversas com o director para esclarecer qual a intenção e visão do espectáculo. Nessa altura, e só nessa altura, é que começo a imaginar a forma como vou apresentar ao espectador uma interpretação do que se está a passar no palco”.

A dirigir a iluminação do espectáculo KÀ, Luc Lafortune está a contribuir para a sua décima segunda criação para o Cirque du Soleil. Luc tem estado ligado ao Cirque du Soleil desde o seu início em 1984. Nesse ano, foi contratado como técnico de iluminação dos bastidores. No ano seguinte, encontrava-se na cabina de controlo da iluminação durante a digressão de oito meses da jovem companhia. Em 1986, passou a ser designer de iluminação. Desde então, as suas criações de luzes têm feito digressões por todo o mundo.

No Cirque du Soleil, o seu currículo de criação inclui os espectáculos We Reinvent the Circus, Fascination, Nouvelle Expérience, Saltimbanco, Mystère, Alegría, Quidam, "O", La Nouba, Dralion, Varekai e ZUMANITY. Foi também co-director de fotografia para a gravação do vídeo do espectáculo Quidam.

Em 2002, trabalhou com o director Robert Lepage na criação da iluminação para a digressão mundial do cantor inglês Peter Gabriel, Growing Up. Muitos outros artistas e grupos de sucesso internacional têm reclamado os seu talentos. Desde 1996, tem trabalhado, entre tantos outros, com os No Doubt, The Eagles, os Gipsy Kings e com a companhia de circo suíça Salto Natale.

Luc Lafortune estudou Produção Teatral na Concordia University em Montreal. Inicialmente, interessou-se pela cenografia. “Um dia, durante um ensaio, descobri a capacidade da luz para definir um espaço, para dar uma enorme contribuição à imagem e ao espírito de um espectáculo!”, diz Luc. A experiência despertou nele uma paixão, visível ainda hoje em todo o seu trabalho.

A excelência do seu trabalho tem-lhe granjeado muitos prémios. Em 1992, o seu trabalho de iluminação para o espectáculo Saltimbanco valeu-lhe a atribuição do Prémio Drama-Logue Theater, prémio este dado pelos críticos da revista californiana de teatro com o mesmo nome. Em 1994, a revista Lighting Dimensions International (LDI) elegeu-o Designer do Ano. Em 1997, o espectáculo da Martin Professionals, The Atomic Lounge, onde Luc Lafortune foi director artístico, ganhou o prémio da LDI para o melhor espectáculo de luzes. Em 1998, recebeu o Prémio Entertainment Design pela sua iluminação no espectáculo "O".

Luc Lafortune é frequentemente convidado como orador, para partilhar os seus conhecimentos com alunos e profissionais por todo o mundo.


publicado por Cirque du Soleil às 14:47
link do post | comentar | favorito


.links

.pesquisar

 














.posts recentes

. Bilhetes à venda para a E...

. Director artístico do "Qu...

. Quidam

. Spanish Webs

. Skipping Ropes

. Handbalancing

. German Wheel - 2

. German Wheel

. Diabolos

. Banquine

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds